O novo Presidente da FIEC Beto Studart, Secretário do Planejamento e Gestão Eduardo Diogo e o Ex-Presidente da FIEC Roberto de Proença Macêdo
O novo Presidente da FIEC Beto Studart, Secretário do Planejamento e Gestão Eduardo Diogo e o Ex-Presidente da FIEC Roberto de Proença Macêdo

Aliança Governo e FIEC é destaque na posse da Diretoria 2014-2019

25 de setembro de 2014

O secretário do Planejamento e Gestão, Eduardo Diogo, representou o governador Cid Gomes na solenidade comemorativa da posse da diretoria eleita da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC) para o quinquênio 2014 – 2019, sob a presidência do industrial Jorge Alberto Vieira Studart Gomes – Beto Studart. O evento foi realizado na noite da quinta-feira, dia 25/09, no La Maison Coliseu, com a presença do ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior – MDIC, Mauro Borges Lemos, do diretor secretário  da Confederação Nacional da Industria – CNI, Paulo Afonso Ferreira, que representou o presidente da CNI, Robson Braga de Andrade, do prefeito Roberto Cláudio, do senador José Pimentel, do deputado federal Mauro Benevides e do industrial Roberto Macedo, antecessor de Beto Studart na presidência da FIEC. Estiveram presentes ainda presidentes estaduais de Federações da Indústria, desembargadores, deputados federais e estaduais, secretários estaduais e municipais, dentre outras autoridades.

DSC_6773

Para o secretário Eduardo Diogo, progresso e prosperidade serão marcas da nova gestão da FIEC

O secretário Eduardo Diogo expressou sua satisfação com a posse de Beto Studart na presidência da FIEC, desejando “boa sorte, porque competência e habilidade você tem de sobra. Tenho certeza de que progresso e prosperidade serão marcas determinantes nessa troca de bastão”. O Secretário dirigiu-se também ao novo primeiro vice-presidente da instituição e ex-presidente do Conselho Estadual de Desenvolvimento Econômico, Alexandre Pereira, “amigo e que muito contribuiu quando esteve conosco no governo”.

Em seguida Eduardo Diogo falou da importância da dignidade e do combate constante à corrupção. Destacou alguns resultados alcançados pela gestão pública no Ceará nos últimos  sete anos e nove meses, enfatizando a liderança inspiradora do governador Cid Gomes, “um homem sério, honesto, competente e dedicado, que trabalha 24 horas por dia para fazer com que o estado caminhe adiante”.

O secretário da SEPLAG citou inúmeros avanços que o governador Cid Gomes conquistou em aliança com todo o setor produtivo. “Geramos mais de meio milhão de empregos formais, e quando assumiu o estoque de empregos formais não chegava a um milhão. Ou seja, geramos mais de 50%. Do ponto de vista de exportações, rompemos uma barreira, ultrapassando a marca de um bilhão de dólares. Exportamos no ano passado mais de 1 bilhão e 420 milhões de dólares”, informou.

Eduardo Diogo revelou que “quando o Cid Gomes assumiu o Governo, “o orçamento público estava na casa dos R$ 9.9 bilhões Esse ano executamos um orçamento aprovado pela Assembleia de R$ 21.3 bilhões e já chegamos com a lei e mais os créditos adicionais e suplementações a R$ 24.3 bilhões”. O Secretário citou também números do investimento público realizado na gestão de Cid Gomes. “Chegamos agora no mês de setembro a R$ 16 bilhões, enquanto nos 8 anos anteriores não chegou sequer a R$ 6 bilhões”.

Destacou ainda o crescimento do PIB estadual, que atingiu em 2013 a marca de 2,21% de participação no PIB nacional. “Na série histórica registrada pelo IPEA de 1939 até agora, a maior participação ainda é de 2,22% do último ano do primeiro governo Virgílio Távora em 1966.  E agora nesse ano devemos chegar a 2,24% ou 2,25%. É uma conquista coletiva resultado dessa grande aliança liderada pelo governador Cid Gomes que envolve a população e todos os segmentos dos setores produtivos do estado”.

DSC_6647

O ex-presidente Roberto Macedo salientou a harmonia reinante na FIEC

O industrial Roberto Macedo, que transmitiu a presidência da FIEC na última segunda-feira, dia 22/09, afirmou que “essa solenidade com casa cheia é uma maravilha e confirma a harmonia reinante na nossa federação. É muito bom festejar esse novo passo com os amigos daqui e de outros estados”. Dividiu seu pronunciamento em dois momentos, um de despedida e agradecimento por tudo de bom que foi alcançado nos últimos anos, e outro de saudação à diretoria empossada.

DSC_6705

Para o novo presidente Beto Studart, é importante contribuir para o engrandecimento do setor produtivo

O novo presidente da FIEC, Beto Studart disse que ser presidente da instituição representa uma oportunidade de contribuir ainda mais e de forma mais veemente para o engrandecimento de todo o setor produtivo do Ceará. “Sempre acreditei nas organizações classistas e defendi o seu papel no crescimento de nossa economia. Estarei nos próximos cinco anos comprometido integralmente com o Sistema FIEC”, afirmou o industrial. “Conto com todos vocês, amigos industriais, empresários de todos os setores da economia, pensadores, produtores do saber, universidades, executivos e técnicos do governo em todas as esferas, legisladores e formadores de opinião. Enfim, conto com aqueles que acreditam na potência transformadora da ação coletiva em torno do bem comum”, reforçou Beto Studart.

Em nome do presidente da Confederação Nacional da Indústria, Robson Braga de Andrade, o diretor secretário da CNI, Paulo Afonso Ferreira, manifestou o reconhecimento à profícua gestão de Roberto Macedo: “Registro os cumprimentos da CNI e de todas as federações de indústrias do Brasil. Sua dedicação e competência foram fundamentais para que essa federação se projetasse no cenário estadual e nacional, contribuindo para o desenvolvimento econômico do estado e do país”.

Paulo Afonso afirmou que “um dos protagonistas de avanços da FIEC na história do Ceará é com toda certeza o companheiro Beto Studart. Ao longo de sua vida Beto destacou-se sempre pelo empreendedorismo e sua vocação para as atividades das instituições representativas da indústria, muito especialmente a FIEC e também por seu compromisso com a responsabilidade social e empresarial”.

O prefeito Roberto Cláudio destacou, inicialmente, o trabalho de Roberto Macedo à frente da FIEC, “um homem de inegável vocação para a liderança conciliatória e fraterna. Entrega ao sucessor uma FIEC unida e forte”. Roberto Cláudio manifestou ter esperança de que o novo presidente “fará um extraordinário trabalho com sua diretoria. Beto é um homem de grande visão, de múltiplas atividades, mas que nem por isso perdeu sua capacidade de reunir amigos e querer bem a família. E ainda tem tempo de tocar com sua esposa Ana Maria notáveis projetos sociais através da fundação Beto Studart, e exercer a sua liderança classista”.

DSC_6642
Ministro Marcos Borges destacou a liderança dos empresários Beto Studart e Roberto Macedo

O ministro Mauro Borges revelou ter ficado impressionado com a quantidade de pessoas presente à solenidade, em torno de 1700 participantes. “É uma presença marcante e significativa. Evidentemente uma razão importante para ter tanta gente nesse evento é que Roberto Macedo e Beto Studart são empresários de grande liderança no Ceará e na economia brasileira”.

DSC_6837

O secretário Eduardo Diogo com o empresário Ivens Dias Branco

DSC_6656

Público presente à solenidade acompanha pronunciamento das autoridades

Scanned Document