Menu

Reunião da Mobilização Empresarial pela Inovação (MEI) na FIESP

Aconteceu em São Paulo, o encontro da Mobilização Empresarial pela Inovação (MEI), uma iniciativa da Confederação Nacional da Indústria (CNI), que reúne representantes do setor produtivo privado e do governo. O Sebrae integra a MEI desde sua fundação, há 10 anos.

Entre os temas debatidos, está a posição do Brasil no Global Innovation Index 2019. Entre 129 nações avaliadas, o país ocupa a 66º lugar no ranking de mais inovadores do mundo. Para os representantes da MEI, a chamada Lei do Bem, que oferece incentivos fiscais a empresas que investem em inovação, pode contribuir com a melhoria da avaliação no Brasil no índice.

A Mobilização Empresarial pela Inovação reúne mais de 200 representantes de empresas, associações de classe e governo que realizam encontros periódicos para debater caminhos que potencializem a inovação no setor empresarial brasileiro. Coordenada pelas Federações das Indústrias, a MEI conta com 25 núcleos estaduais de inovação com parceria das entidades regionais do Sistema Indústria e Sebrae.

De acordo com Carlos da Costa, existem alternativas para a área de Inovação, como o investimento financeiro de startups pelo Inovativa e o Brasil Mais Produtivo. “São programas que se provaram eficazes e queremos levar para 300 mil empresas brasileiras práticas de gestão e inovação”, ressaltou Costa. “Inovar não é papel apenas de grandes empresas, mas de todos aqueles que buscam desenvolver um negócio”, enfatizou o presidente do Sebrae, Carlos Melles. “Os empreendedores têm papel fundamental no esforço coletivo de tornar o Brasil um país reconhecido no mundo como inovador”, acrescentou.

   

Fonte: http://conexao.sebrae.com.br/internal/#/news/21057