Menu

A ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), Tereza Cristina, visitou o Sebrae Nacional

A ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), Tereza Cristina, visitou a sede do Nacional nesta terça-feira (26) e, durante o encontro, o diretor-presidente da instituição, Carlos Melles, assinou o termo de resolução do orçamento que será consentido pela instituição, em prol da execução de ações do AgroNordeste. Segundo a ministra, o Sebrae ocupa um papel essencial no Programa que busca impulsionar o desenvolvimento econômico e social sustentável do meio rural da região. “Acredito que o Sebrae tem muito a acrescentar ao AgroNordeste, uma vez que já realiza cerca de 550 mil atendimentos no agronegócio. Usaremos o recurso para garantir não somente o incentivo a políticas públicas voltadas aos pequenos negócios, mas também para disponibilizar tecnologias que serão convertidas em renda”, pontuou.

Ao decorrer do evento que contou com a presença dos gerentes do Nacional, o diretor-presidente Carlos Melles classificou o Programa AgroNordeste como um projeto “formidável” e que terá todo o apoio do Sebrae. “Essa é uma iniciativa de imenso significado, pois envolverá todas as esferas do governo, além de diversas instituições que atuarão em sinergia no Nordeste brasileiro. O Sebrae, por sua vez, estará à frente das ações de gestão, produção e comercialização”, afirmou. Os recursos serão destinados, até o final de 2020, a capacitações, consultorias e outras ações na região, voltadas principalmente para pequenos e médios produtores rurais com dificuldades de ampliar o próprio negócio.

Segundo o diretor técnico Bruno Quick, o Sebrae já desenvolve ações importantes junto ao agronegócio, promovendo melhorias em inovação, com foco nas necessidades do mercado, contribuindo para o desenvolvimento de diversas atividades. “A nossa instituição considera o produtor rural como grupo prioritário e a força e a beleza dessa parceria conta com aspectos fundamentais para o sucesso do Programa AgroNordeste, como a convergência com políticas públicas e a união com grandes parceiros que se juntam a nós, a favor de um projeto incrível.” Para o diretor de administração e Finanças Eduardo Diogo, o valor do trabalho se materializará em êxito. “Através do esforço e suor dessa convergência, colocaremos o Brasil na rota da prosperidade”, completou.

Além do Sebrae, a Confederação Nacional da Agricultura e Pecuária (CNA), o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), a Organização das Cooperativas do Brasil (OCB), a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) e os Bancos do Brasil e do Nordeste também apoiam o Programa do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA).

 

Sobre o AgroNordeste

Liderado pelo MAPA, o programa é voltado para pequenos e médios produtores que já comercializam parte da produção, mas ainda encontram dificuldades para expandir o negócio e gerar mais renda e emprego na região onde vivem. Entre os objetivos do plano estão aumentar a cobertura da assistência técnica, ampliar o acesso e diversificar mercados, promover e fortalecer a organização dos produtores, garantir segurança hídrica e desenvolver produtos com qualidade e valor agregado.